31/10/2022 07H28

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, chegou na manhã deste domingo, à Kinshasa, na qualidade de enviado especial do Chefe de Estado, João Lourenço, Presidente em Exercício da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL).

A deslocação do chefe da diplomacia angolana inscreve-se no quadro da mediação angolana do diferendo entre a República Democrática do Congo (RDC) e o Ruanda.

À chegada a capital da RDC, o ministro Téte António foi recebido, em audiência, no Palácio Presidencial de Kinshasa, pelo Presidente da República Democrática do Congo, Félix Tshisekedi. 

Durante o encontro, as partes abordaram sobre o clima de tensão nas relações entre a República Democrática do Congo e a República do Ruanda, marcadas com incidentes na fronteira comum e que terá provocado a expulsão de Sua Excelência Vincent Karega,  embaixador do Ruanda em Kinshasa.

Durante o encontro, as partes abordaram sobre o clima de tensão nas relações entre a República Democrática do Congo e a República do Ruanda, marcadas com incidentes na fronteira comum e que terá provocado a expulsão de Sua Excelência Vincent Karega, embaixador do Ruanda em Kinshasa.

Na audiência, o ministro Téte António fez-se acompanhar do director Geral dos Serviços de Inteligência Externa (SIE), general José de Sousa “Zé Grande”, do director África, Médio Oriente e Organizações Regionais do Ministério das Relações Exteriores, Miguel Bembe, e do embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da RDC, e Miguel Costa.

De realçar que o Presidente João Lourenço reiterou no dia 24 de Outubro, na 8ª edição do Fórum Internacional de Dakar sobre a Paz e a Segurança em África, o seu empenho na resolução do diferendo que opõe a República Democrática do Congo e a República do Ruanda.

Revista Destemidos.