25/10/2022 17H22

Angola e Portugal “têm agora melhores condições para promover o comércio e o investimento cuja relação entre os dois países pode ser mais intensa”, considerou, esta terça-feira, em Luanda, o ex-ministro Adjunto e da Economia de Portugal, Pedro Vieira.

Pedro Vieira, que falava durante a participação como orador na apresentação do estudo “Banca em Análise 2022”, promovido pela consultora Deloitte, abordou a transformação estrutural que atravessa a economia mundial e as perspectivas da relação dos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) no novo contexto.

“As relações entre Angola e Portugal são muito fortes, mas podem até ser mais intensas. É verdade que os dois países, nos últimos anos, passaram dificuldades nas suas economias nacionais e isso levou talvez a uma maior dificuldade nas relações internacionais, mas penso que agora estão criadas condições, com mais estabilidade macroeconómica, quer de Portugal quer de Angola, para que se possa retomar um caminho de crescimento que, entre outras coisas, necessita da abertura a outros mercados”, destacou citado pela Lusa.

Revista Destemidos.