25/10/2022 17H58

O Banco Angolano de Investimentos (BAI) vendeu, esta segunda – feira (24), no primeiro dia da sessão um total de 8.668 acções, equivalentes a pouco mais de 0,8 dos 5,0 por cento que coloca à disposição dos investidores até ao dia 30 de Dezembro.

As vendas referem-se a 28 negócios e totalizaram uma arrecadação de pouco mais de 300 milhões de kwanzas.

De acordo com o director Executivo da plataforma Hora da Bolsa, Joel Costa, o primeiro dia da operação ficou marcado por reclamações de investidores, que viram ser mal sucedidas as tentativas de compras pelo aplicativo BAI Directo.

Conforme adiantou, em resposta ao Jornal de Economia & Finanças, os investidores queixam-se de falhas do aplicativo, durante grande parte do dia. “Vamos ver como corre o segundo dia (hoje) e o resto da semana”, disse.

Por sua vez, o especialista em mercados finaceiros Ezequiel Tomás, esperava-se por uma maior procura, logo no primeiro dia, uma vez que as compras representam pouco menos de 0,90 por cento das disponibilidades em bolsa.

“Isso leva a concluir que os investidores estão retraídos quanto a nova oferta”, afirmou.

O “trader”, designação que se atribui a pessoas abalizadas em negócios de transacções feitas numa bolsa, descreveu também o cenário de alguns problemas técncos dos investidores nas colocações das ordens de compra.

O Banco Angolano de Investimentos (BAI) colocou à venda 972.500 acções a um preço inicial de 34.800 kwanzas, de acordo com dados da BODIVA.

Revista Destemidos.