14/10/2022 05H34 Relações estreitas com a Turquia

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, manteve, ontem, em Luanda, um encontro de trabalho com o embaixador da Turquia em Angola, Alp Ay, durante o qual passaram em revista o actual estado da cooperação bilateral, com destaque para o grau de implementação dos instrumentos jurídicos assinados entre os dois países.

O encontro, realizado no edifício sede do Ministério das Relações Exteriores, na baixa de Luanda, serviu, também, para Alp Ay, que se encontra em fim de missão no país, despedir-se do chefe da diplomacia angolana.

As relações político-diplomáticas entre Angola e a Turquia foram estabelecidas no dia nove de Julho de 1980 e reforçadas em 2008, com a cooperação bilateral, ano em que foi assinado, em Ancara, o Acordo de Cooperação Comercial, Económica e Técnica.

Além de outros instrumentos, os dois Estados têm assinado um Memorando de Entendimento entre as autoridades aeronáuticas, bem como um Processo Verbal da I Sessão da Comissão Conjunta de Comércio, Cooperação Económica e Técnica.

República da Coreia

Num outro encontro, também realizado na sede da diplomacia angolana, o secretário de Estado para a Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas, Domingos Custódio Vieira Lopes, recebeu, no seu gabinete, o vice-ministro para os Assuntos Económicos do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Coreia, Yun Seong-Deok, com quem analisou, também, o estágio da cooperação entre os dois países, sobretudo no domínio empresarial.

Na ocasião, Domingos Vieira Lopes disse existirem alguns acordos, entre Angola e a Coreia, que precisam de ser revistos, com realce para o Acordo Geral de Cooperação, consubstanciado em diversos protocolos.

Domingos Vieira Lopes considerou oportuna e importante abordar essas e outras matérias, tendo, por isso, assinalado a necessidade da realização da reunião da Comissão Bilateral, para que sejam aprofundados os dossiers de cooperação bilateral de interesse mútuo.

“Reputa-se, assim, como sendo de suma importância, a assinatura do Acordo de Promoção de Exportações, que irá propiciar o alavancar da cooperação do sector empresarial”, destacou.

Por seu lado, Yun Seong-Deok fez saber que a Coreia pretende fortalecer os laços de cooperação nos mais variados domínios, sobretudo no que diz respeito ao empresarial, educação e ensino superior e investimentos em infra-estruturas sociais e económicas.

O vice-ministro do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Coreia considerou oportuna a abordagem dessas temáticas, tendo em conta a celebração dos 30 anos de estabelecimento de relações bilaterais entre Angola e a Coreia.

Yun Seong-Deok, que se encontra no país para uma visita de três dias, aproveitou a ocasião para solicitar o apoio de Angola para a candidatura da cidade sul-coreana de Busan, no acolhimento da Expo Mundial, em 2030.

Angola e a Coreia mantêm relações bilaterais em distintos sectores, sendo os da Educação e Ensino Superior as mais assinaláveis.

Revista Destemidos.