13/10/2022 04H03

O Banco Nacional de Angola (BNA) concluiu processos sancionatórios de 40 instituições financeiras bancárias e 10 outras não bancárias, no terceiro trimestre deste ano.

Segundo o Relatório de Acção Sancionatório deste período, dos 40 processos concluídos de instituições financeiras bancárias, 12 incidiram sobre titulares de funções e/ou de cargos de gestão relevantes.

O relatório indica que em matéria prudencial foram registados os maiores números de infracções, com um total de 21 processos concluídos, devido a maioritariamente incumprimentos do prazo para o reporte dos termos e condições dos depósitos captados junto do público (10).

Seguiram-se o incumprimento das normas sobre registo especial (6), incumprimento das normas sobre a concessão de crédito ao sector da economia real (3), incumprimento do prazo para o reporte de balancete (1) e o incumprimento das relações e rácios prudenciais (1).

Revista Destemidos.