11/10/2022 14H26

Estão criados e aprovados todos os procedimentos técnicos para o lançamento do Angosat-2 em órbita esta quarta-feira, a partir do Cazaquistão, soube o Jornal de Angola Online.

Segundo informações a que o Jornal de Angola teve acesso, o país tem quadros (jovens) preparados e certificados que estão em condições de manter a operacionalidade do satélite com a cooperação russa.

De acordo com o Executivo, Angola vai ter o satélite de comunicações, que vai contribuir para a melhoria e expansão das telecomunicações no país e com ele associados outros serviços como Internet que vão contribuir para a modernização administrativa do Estado.

Revista Destemidos.