10/10/22 19H58

Luanda

A Vice-Presidente do MPLA, Luísa Damião, foi a convidada de honra na singela homenagem prestada na noite de sexta-feira, (07), ao ministro do Interior, Eugénio Laborinho, pela organização filantrópica Movangola no Restaurante Tamariz, localizado na Ilha de Luanda.

Na ocasião a número 2 (dois) na hierarquia da Direcção do partido fez a entrega ao distinto homenageado de duas emblemáticas peças de escultura, consideradas “as jóias da cultura angolana”, nomeadamente o Pensador, símbolo da sabedoria angolana, e o Imbondeiro, símbolo da robustez ou resistência nacional.

Na presença de figuras proeminentes, como a assessora para área social da Vice-Presidente da República, Elsa Bárber, da secretária-geral da OMA, Joana Tomás, do Director do Instituto Nacional Para os Assuntos Religiosos, Pedro de Castro Maria, do Presidente do Conselho de Direcção do Movangola, António Sawanga, clarificou os presentes as razões para o referido tributo.

O responsável associativo considerou importante “ reconhecer os feitos, bem como o engajamento e o empenho pessoal do general Eugénio Laborinho pelo apoio, segurança e tranquilidade prestadas as comunidades locais e a nível nacional, antes, durante e depois das eleições de 24 de Agosto”.

Por sua vez, o homenageado reconheceu que todo o crédito para o sucesso da sua nobre missão, devem recair sobre os ombros do Presidente da República, João Lourenço, por ser o “garante da paz, da estabilidade, da harmonia entre os angolanos e porque não da ordem pública”.

O evento, que decorreu no âmbito das comemorações do Centenário do “Poeta Maior” e primeiro Presidente de Angola, Drº António Agostinho Neto, contou com um momento cultural, em que estiveram em cenas os grupos folclóricos Idimakaji, Tunjila Tuajokota, para além dos músicos consagrados, entre os quais, Didi da mãe preta, António Paulino, Robertinho, entre outros.

Por: www.jornaleme.ao

Revista Destemidos.