10/10/2022 15H00

O Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM) procede, hoje, em Luanda, a entrega simbólica do certificado de adesão e da licença do serviço “Feito em Angola” (SFA), à empresa Fabrimetal.

Segundo uma nota do INAPEM, com este acto, a Fabrimetal, empresa do ramo industrial dedicada à produção de material de aço para a construção civil, torna-se na segunda empresa angolana a receber o SFA, depois da fábrica “Rei dos Doces”.

Com este processo, a Fabrimetal tem agora licenciado quatro produtos do seu lote de produção nacional que a habilitam a usar o “Selo Feito em Angola”. Entre outros objectivos, indica a fonte, o serviço “Feito em Angola” visa fortalecer todo o sector empresarial privado, comprometido com o aumento da produção nacional, promover os produtos com incorporação nacional superior a 30 por cento e estimular a competitividade e promover a melhoria da qualidade dos produtos, potenciar as exportações dos produtos nacionais com o selo “Feito em Angola” e outros.

Consta das vantagens do SFA, a adesão ao serviço proporciona aos operadores económicos um posicionamento mais relevante no mercado face às vantagens que o mesmo oferece, nomeadamente o código QR incorporado no selo, que permite aos consumidores ter acesso às informações sobre o produto, a disposição privilegiada dos produtos nas grandes superfícies comerciais parceiras do INAPEM, o acesso prioritário aos serviços do INAPEM, apoio institucional para o acesso prioritário às linhas de crédito promovidas pelo Governo angolano, bem como tratamento diferenciado na Administração Geral Tributária (AGT), entre outras.

Constituída em 2006, com sede no Pólo Industrial de Viana (Luanda), a Fabrimetal é um fabricante de varões FM TMT (tratamento termo-mecânico), varões de aço reforçado de elevada qualidade, utilizados na construção civil, residencial, comercial e industrial. A Fabrimetal integra o grupo empresarial MMD Steel, com uma década de experiência na indústria, proveniente da instalação de uma rede de fábricas de aço na África Subsaariana, em Angola, RDC, Rwanda, Mali, Ghana, Burkina Faso e Senegal.

Revista Destemidos.