O Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (Masfamu) e a Fundação Brilhante assinaram, ontem, em Luanda, um memorando de entendimento, no sentido de se garantir uma maior protecção de pessoas em situação de vulnerabilidade.

A ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina Alves, que falava durante o encontro, avançou que o acordo prevê a união de esforços para a prossecução de um objectivo comum, para permitir o desenvolvimento de acções a nível das comunidades a favor de mulheres, crianças e do empoderamento de famílias necessitadas.

Por isso, a ministra acredita que a parceria com a Fundação Brilhante vai permitir desenvolver acções a nível das comunidades, garantir o apoio ao grupo-alvo, principalmente, às crianças e mulheres do meio rural, pessoas com deficiência, para dar corpo à materialização aos projectos de inclusão produtiva.

O director-geral da Fundação Brilhante, Bruno Agostinho, assegurou que a instituição que dirige, no âmbito da sua acção social, vai conjugar esforços para que esses projectos passem a acções concretas.

O responsável salientou que a Fundação vai, junto com o ministério, orientar, dirigir, subsidiar e desenvolver as acções programadas de responsabilidade social, ambiental e outros com vista à melhoria da qualidade de vida da população alvo.

Bruno Agostinho disse, igualmente, que o grupo tem como foco a aposta na formação para desenvolver o autosustento das famílias e das comunidades para a geração de renda.

RO director-geral da Fundação Brilhante enumerou a capacitação em matéria de prevenção e combate às formas de violência à mulher, menina e criança, bem como o empreendedorismo e a autosustentação como chaves para a mudança de vida e das condições sociais.

Revista Destemidos