13/06/2022 21H42

Uma nova redução de preços, de 1,31 por cento, foi verificada na comercialização de produtos da cesta básica nas principais redes de supermercados e mercados informais da capital angolana, da primeira para a segunda semana do mês em curso, influenciada, essencialmente, pelo comportamento do custo do peixe carapau, da fuba de bombó e da massa esparguete.

Em termos gerais, a variação de preços dos produtos da cesta básica no mercado informal e estabelecimentos comerciais assinalou uma redução de 0,60 por cento, reportando-se, na principal rede comercial (estabelecimentos comerciais), maiores variações de preços em produtos como sal iodizado, com 5,32%, sabão, com 2,11%, e coxa de frango, com 1,29%.

Na rede secundária (mercado informal), as maiores variações de preço ocorreram nos mercados Kifica (3,16 por cento), Asa Branca (1,71%) e Kwanzas (1,66%). Os produtos que contribuíram para a redução de preços nos estabelecimentos comerciais foram o peixe carapau, com 11,28 por cento, a fuba de bombó, com 8,16%, e a massa esparguete, com 5,00%. As maiores variações de preço no período em referência foram registadas na rede de supermercados Intermarket, com 5,61 por cento, Fresmart (2,97%) e Casa dos Frescos (2,43%). Por outro lado, observou-se uma redução de preços no Kero, na ordem de 11,65%,  Kibabo (4,60%) e Martal (3,26%).

Enquanto isso, nos mercados informais houve aceleração de preços nos produtos da cesta básica, de 0,25 por cento, e as maiores variações foram verificadas nos mercados do Kifica (3,16%), Asa Branca (1,71%) e Kwanzas (1,66%). Os mercados Congolenses, com 2,59 por cento, Kikolo, com 1,71%, e Correios, com 1,56%, são os locais em que o custo teve diminuição. Em linhas gerais, os produtos que mais contribuíram para esta subida foram o tomate, com 5,15%, o arroz corrente, com 3,48%, e o pão, com 2,83 por cento.

Revista Destemidos.