10.06.2022 08H13

Uma betoneira se move ao longo da nova ponte transfronteiriça que conecta a cidade russa de Blagoveshchensk e a cidade chinesa de Heihe, sobre o rio Amur, em imagem de 29 de novembro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 10.06.2022

A Rússia e a China inauguraram a primeira ponte rodoviária internacional entre os países, conectando a cidade russa de Blagoveshchensk e a chinesa de Heihe, sobre o rio Amur.

A cerimônia, nesta sexta-feira (10), foi realizada por meio de teleconferência de estúdios em Moscou, Vladivostok, Pequim e em locais de Blagoveshchensk e Heihe.

Participaram remotamente o vice-primeiro-ministro e enviado presidencial ao extremo-oriente, Yury Trutnev, o vice-primeiro-ministro do Conselho de Estado da Re+ública Popular da China, Hu Chunhua, o ministro dos Transportes da Rússia, Vitaly Savelyev, e o ministro do Desenvolvimento do extremo-oriente e do Ártico, Aleksei Chekunkov.

Hua Changsheng, governador da província de Heilongjiang, e Vasily Orlov, governador da região de Amur, estavam presentes em cada uma das margens.

Após a declaração simbólica de vamos, em russo, Hua Changsheng permitiu que os primeiros caminhões atravessassem a ponte transfronteiriça pelo posto de controle Kani-Kurgan-Heihe.

Oito caminhões também entraram pelo lado chinês, com pneus para carros e componentes de equipamentos elétricos para a Rússia. De acordo com os termos de referência, 630 caminhões, 164 ônibus e 68 carros poderão passar pela ponte todos os dias.

Revista Destemidos.