07.06.2022 09H12

presidente norte-americano, Joe Biden

O presidente norte-americano, Joe Biden, declarou emergência devido à possível escassez de energia nos EUA, segundo comunicado da Casa Branca.

Biden alegou que a segurança nacional e a qualidade de vida estão comprometidas por potenciais falhas nas fontes de energia.

Além disso, ele invocou a Lei de Produção de Defesa, que faz parte de um esforço de mobilização industrial, aprovada em resposta à Guerra da Coreia, para estimular a produção nacional de painéis solares e outras formas de energia “limpa”, a fim de elevar o fornecimento de eletricidade.

“Diversos fatores ameaçam a capacidade de os EUA fornecerem energia suficiente para satisfazer a demanda esperada dos clientes”, indica o comunicado, detalhando que entre estes fatores estão as interrupções nos mercados energéticos causadas pela atual situação na Ucrânia e os fenômenos meteorológicos extremos resultantes da mudança climática.

Nos últimos anos, os EUA não importaram painéis solares suficientes para garantir as capacidades solares que permitam alcançar os objetivos climáticos e de energia limpa.

Revista Destemidos.