06.06.2022 00H33

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante um evento em 20 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 05.06.2022
Presidente da Rússia Vladimir Putin

Ao falar sobre o novo fornecimento de lançadores múltiplos de foguetes, o presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que isso não é novidade nenhuma e que sistemas semelhantes estão em serviço no Exército ucraniano.

“Não é nenhuma novidade. Em primeiro lugar, estes sistemas de foguetes já estão em serviço no Exército ucraniano e são sistemas semelhantes aos de produção soviética e russa Grad, Smerch, Uragan”, afirmou Putin.

Além disso, Putin afirmou que o fornecimento dos lançadores múltiplos de foguetes (MRLS na sigla em inglês) dos EUA à Ucrânia é para repor as perdas de equipamentos militares ucranianos, o que não muda nada na situação.

“Acreditamos que o fornecimento dos EUA e alguns outros países está ligado à reposição das perdas destes equipamentos militares, isso não é nenhuma novidade e não muda nada. Também há pedidos para o fornecimento, digamos, de artilharia, o que é quase o mesmo. Aparentemente, também estamos falando sobre a reposição dos equipamentos perdidos, destruídos durante as hostilidades”, declarou Putin.

A solicitação da Ucrânia pelo fornecimento de artilharia provavelmente está relacionada ao desejo de repor o que foi destruído durante as ações militares.

Putin também ressaltou que, no início da operação especial, o Exército ucraniano possuía aproximadamente 515 MLRS, 380 deles foram destruídos, contudo, alguns foram restaurados e outros retirados da reserva.

https://t.me/SputnikBrasil/10222?embed=1

O presidente russo também observou que o lado russo tem conhecimento que se planeja um fornecimento de foguetes com alcance entre 45 e 70 quilômetros.

“A mesma coisa aconteceu com aqueles Grad, Uragan e Smerch que mencionei. Eles também possuem um alcance de 40 a 70 quilômetros, isso não é novidade nenhuma”, afirmou.

Conforme publicou a agência Reuters citando uma fonte oficial da Casa Branca, os EUA fornecerão à Ucrânia sistemas de foguetes de longo alcance do modelo M142 HIMARS, fabricados pela Lockheed Martin.

Os sistemas norte-americanos HIMARS podem disparar uma ampla gama de projéteis, além de terem a capacidade de lançar seis foguetes guiados do tipo ER GMLRS a uma distância de 150 quilômetros ou um míssil ATACMS a 300 quilômetros, bem como dois mísseis PrSM a 499 quilômetros, segundo a Lockheed Martin.

Revista Destemidos.