06.06.2022 15H30

Logo da empresa russa Gazprom - Sputnik Brasil, 1920, 06.06.2022

A indecisão da União Europeia na questão de imposição do embargo contra o gás e o petróleo russos deu à Rússia altas receitas da venda destes recursos energéticos, escreveu na coluna para a mídia tcheca iDNES.cz o economista Lukas Kovanda.

De acordo com suas palavras, neste ano os dividendos das empresas Rosneft e Gazprom serão os mais altos em toda a sua história.

Não parece que as sanções ou embargo lhes causem danos. Até agora, tem sido principalmente a UE que as ajudou a arrecadar altas receitas, ao ameaçar impor o embargo, aumentando assim os preços globais do petróleo e gás, mas não impôs. Portanto, a Rússia tem vendido muito e a alto preço. Assim continuará até o final do ano”, prognostica Kovanda.

O especialista ressaltou que os atritos na União Europeia também favoreceram as companhias de energia russas. Entretanto, nota ele, o anúncio sobre a gradual recusa dos países-membros da UE de importar petróleo russo resultou no fortalecimento do rublo.

“A primeira reação do mercado faz pensar que nada mudará em essência para a Rússia e as empresas russas“, acredita o economista.

Revista Destemidos.