06.06.2022 01H31

Foto ilustrativa de uma ambulância acompanhada de carros, na Nigéria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 05.06.2022

Homens armados abriram fogo contra fiéis e detonaram explosivos em uma igreja católica na cidade de Owo, no estado de Ondo, sudoeste da Nigéria, neste domingo (5), deixando mais de 50 mortos, informaram autoridades locais.

O ataque, na Igreja Católica de São Francisco ocorreu no dia em que os fiéis celebravam o domingo de Pentecostes.

Segundo Ogunmolasuyi Oluwole, autoridade local, entre as vítimas estão muitas crianças.

“Nossos corações estão pesados”, disse o governador de Ondo, Rotimi Akeredolu, conforme noticiou a agência AP. “Nossa paz e tranquilidade foram atacadas pelos inimigos do povo”.

O presidente nigeriano Muhammadu Buhari disse que somente demônios da região inferior poderiam ter concebido e realizado tal ato covarde, de acordo com um comunicado de seu porta-voz.

As forças de segurança do país não informaram se os responsáveis pelo ataque já foram identificados.

“Não importa o que aconteça, este país nunca cederá às pessoas más e perversas, e as trevas nunca vencerão a luz. A Nigéria acabará vencendo”, disse Buhari, eleito com a promessa de por fim à prolongada crise de segurança nigeriana.

Apesar de o país sofrer com questões de segurança, Ondo é conhecido como um dos estados mais pacíficos da Nigéria. A cidade de Owo fica a 376 quilômetros de Abuja, capital do país.

Revista Destemidos.