O atraso deve-se aos confinamentos impostos na China face aos surtos de Covid-19.

O site Nikkei Asia está a reportar atrasos na produção dos próximos telemóveis da Apple – conhecidos por enquanto como iPhone 14. De acordo com a informação disponível, a produção de um dos novos modelos está três semanas atrasada.

Aparentemente, este atraso terá sido resultado dos confinamentos na China impostos devido ao aparecimento de surtos de Covid-19. Face a estes confinamentos, os fornecedores e parceiros de produção da Apple terão sido obrigados a encerrar temporariamente as respetivas instalações.

A Apple terá pedido aos parceiros para acelerarem a produção da série iPhone 14 mas, de acordo com o analista Jeff Pu (da Haitong International Securities), o modelo afetado pela situação é o iPhone 14 Max.

Apesar disto, Pu acredita que a Apple ainda conseguirá produzir 91 milhões de unidades da série iPhone 14 até ao final do ano – mais do que as 84 milhões de unidades da série iPhone 13 no mesmo período.