01.06.2022 07:37

Blindado russo utilizado durante patrulha conjunta entre militares russos e turcos em Idlib, na Síria - Sputnik Brasil, 1920, 01.06.2022

Pelo menos oito ataques terroristas foram identificados na zona de redução de conflitos de Idlib nas últimas 24h, segundo o contra-almirante Oleg Zhuravlyov, vice-chefe do Centro Russo de Reconciliação para a Síria.

Conforme afirmou Zhuravlyov na terça-feira (31), o grupo responsável pelos ataques foi a Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países).

“Oito ataques de posições do grupo terrorista Frente al-Nusra foram registrados na zona de redução de conflitos de Idlib no último dia. Seis ataques na província de Aleppo, um em Idlib e um em Latakia”, disse o militar russo.

Segundo Zhuravlyov a artilhsria do grupo terrorista deixou um soldado sírio ferido em Aleppo.

Blindados da Rússia realizam patrulha conjunta com militares turcos na região de Idlib, Síria, 22 de julho de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 01.06.2022
Blindados da Rússia realizam patrulha conjunta com militares turcos na região de Idlib, Síria, 22 de julho de 2020

No domingo (29), Zhuravlyov reportou outros cinco ataques realizados pelo grupo em Idlib. Na data, o militar relatou que um soldado sírio foi ferido por um tiro de sniper em Aleppo.

O Centro Russo de Reconciliação para a Síria funciona desde fevereiro de 2016. Entre as ações realizadas pela organização estão a entrega de ajuda humanitária e a assinatura de acordos entre grupos armados ilegais e arranjos individuais que queiram aderir ao regime de cessar-fogo na região.

Revista Destemidos.