A cerca de 100 quilómetros da fronteira com a Ucrânia, Biden partilhou pizza com os militares, tirou selfies e agradeceu aos militares americanos pelo serviço prestado na Polónia.

Opresidente dos Estados Unidos da América, Joe Biden, reuniu-se esta sexta-feira com os militares da 82.ª Divisão Aerotransportada –  a divisão estrategicamente mais móvel do Exército dos EUA -, que se encontram na Polónia juntamente com os aliados polacos na missão de dissuasão do flanco oriental da Aliança, na cidade de Rzeszow, no sudeste do país.

A cerca de 100 quilómetros da fronteira com a Ucrânia, Biden partilhou pizza com os militares, tirou selfies e agradeceu aos seus militares pelo serviço prestado na Polónia e estes momentos ficaram registados em imagens, que poderá ver na galeria acima.

O 46.º presidente norte-americano desembarcou hoje, 25 de março, a Rzeszow, para fazer um balanço de como os refugiados ucranianos têm sido ajudados e para falar com as tropas no flanco leste da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO). .

A ‘reunião’ entre presidente e militares aconteceu perto do aeroporto onde as tropas se encontravam. 

Biden lamentou não poder entrar no território ucraniano e, num discurso emocionado, recordou o avô e falecido filho Beau Biden, que era um veterano da Guerra do Iraque, e agradeceu às suas tropas.

“Assim como vocês, ele também não precisava de ir… a questão é que existem centenas de milhares de pessoas como o meu filho, como todos vocês, então obrigado. Obrigado, obrigado, obrigado”, disse num agradecimento emocionado. 

Recorde-se que a Ucrânia viveu hoje o 30.º dia de invasão russa. A Polónia foi o país que maior número de refugiados vindos da Ucrânia recebeu desde o início da invasão que foi fortemente condenada pela generalidade da comunidade internacional. 

Revista Destemidos