Investimento da Meta visa ajudar a Python Software Foundation a melhorar os sistemas utilizados na linguagem de programação

A Python Software Foundation (PSF), grupo responsável pela manutenção e desenvolvimento da linguagem de programação Python, recebeu US$ 300 mil (R$ 1,4 milhão, na conversão atual) da Meta, empresa controladora do Facebook e do Instagram, para melhorar as ferramentas e o suporte de sistemas internos internos da provedora do código.

No anúncio oficial sobre o investimento feito na terça-feira (22), a PSF afirma que o Python é importante para o Meta, pois vem sendo utilizado em muitas das pesquisas de aprendizado de máquina realizadas em estudos internos da controladora do Facebook. Assim, injetar verba para otimizar ferramentas e o suporte da linguagem, consequentemente, visa melhorar os sistemas das plataformas e redes sociais de Mark Zuckerberg.

Além disso, o Meta também desenvolveu internamente sua própria versão do Python, batizada de Cinder, que, a partir de aplicações dedicadas, permite que plataformas como o Instagram funcionem de forma estável no mundo inteiro, por exemplo.

Revista Destemidos