As maiores apps de mensagens poderão ser obrigadas a trabalhar com serviços de menor dimensão.

Nova lei europeia pode ditar fim do 'reinado' do WhatsApp e iMessage

AUnião Europeia criou uma nova legislação que visa combater práticas de anticoncorrência e que pode mudar a forma como as grandes aplicações de mensagens são operadas pelas respetivas empresas.

Como conta o Engadget, o Digital Markets Act (DMA) poderá obrigar a Meta, a Google e a Apple a fazer com que as respetivas aplicações de mensagens funcionem com outras apps de menor dimensão. O objetivo será não obrigar os utilizadores a descarregarem determinadas apps para trocarem mensagens com a família e amigos, oferecendo portanto uma maior liberdade de escolha sem o risco de serem excluídos das conversas.

“Os legisladores da União Europeia concordaram que os maiores serviços de mensagens (como o WhatsApp, o Facebook Messenger ou o iMessage) terão de abrir e interoperar com plataformas de mensagens mais pequenas, se assim o requisitarem”, pode ler-se no comunicado da União Europeia. “Os utilizadores de plataformas grandes e pequenas poderiam depois trocar mensagens, enviar ficheiros e fazerem videochamadas entre apps de mensagens, dando então mais escolhas”.

A legislação ainda não foi passada mas, quando for, as empresas tecnológicas terão apenas seis meses para cumprir com estas obrigações em território europeu. A União Europeia nota também que a obrigação de interoperabilidade das redes sociais será avaliada no futuro.

Revista Destemidos