Com os bombardeamentos contra a Iugoslávia há 23 anos os EUA destruíram os fundamentos da ordem mundial, o que provocou a erosão da ordem mundial, disse aos jornalistas Dmitry Peskov, porta-voz do presidente russo comentando o aniversário desse evento.

“Naquele tempo essas bombas, além de matar civis, elas começaram a destruir o sistema de relações internacionais. Foi quando a OTAN, e quando dizemos ‘OTAN’ dizemos ‘os americanos’, começaram a bombardear os fundamentos da ordem mundial. Foi aí que começou a erosão de todas as bases da ordem mundial, o que resultou na crise de segurança europeia que todos nós estamos vivendo agora”, sublinhou porta-voz do Kremlin.

Peskov disse também que Moscou não considera possível falar agora sobre as perspectivas de diálogo entre a Rússia e os EUA em matéria de garantias de segurança.

Comentando o reforço do flanco oriental da OTAN, Peskov disse que este processo foi lançado antes do anúncio da referida decisão.

“Mesmo antes da tomada de decisão de reforçar o flanco oriental da OTAN, esse reforço já estava sendo realizado de fato. Lá se formou, digamos, um punho bastante potente, uma poderosa infraestrutura militar da OTAN”, observou representante do Kremlin.

“Infelizmente para nós, a Rússia nunca foi a iniciadora: não fomos nós que avançamos na direção da OTAN, foi a OTAN que avançou em nossa direção, criando desta forma perigo para nós e suscitando nossa preocupação”, ressaltou Peskov.

Revista Destemidos.

G.G.M.Â