Angola pode emitir dívida pública “a qualquer momento”, dependendo da evolução dos mercados, anunciou, esta quinta-feira, a ministra das Finanças, Vera Daves, mas assegura “tranquilidade” na análise da situação financeira internacional.

“Estamos a olhar para tudo com tranquilidade”, disse em declarações à agência de informação financeira Bloomberg, citada pela Lusa, acrescentando que a janela para emitir dívida pública internacional “pode aparecer a qualquer momento”.

As declarações da ministra surgem no seguimento da apresentação do plano nacional de endividamento, que prevê a emissão de dívida soberana até ao final deste mês, num valor indicativo de 2,8 mil milhões de dólares.

Angola está a ver a reacção do mercado depois de a Nigéria, o maior produtor de petróleo na África subsaariana, ter emitido 1,25 mil milhões de dólares na semana passada, tendo registado um aumento dos juros exigidos pelos investidores, de cerca de 6%, há dois anos, para 8,3%, na semana passada.

Revista Destemidos