A declaração foi dada por Zhang Jun nesta segunda-feira (14), durante sessão da ONU que discute relatório da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) sobre a situação na Ucrânia.

De acordo com o enviado chinês à ONU, “o mundo não precisa de nova Guerra Fria”. O diplomata disse que a Guerra Fria acabou há muitos anos e que esse tipo de mentalidade, baseada no confronto entre blocos, deve ser descartada.

“A mentalidade de Guerra Fria, baseada no confronto entre blocos, deve ser completamente rejeitada. […] Este mundo não precisa de uma nova Guerra Fria. Este mundo pode viver com crescimento e progresso comuns”, disse Zhang Jun durante sessão de segurança da ONU nesta segunda-feira (14).

No dia 24 de fevereiro, a Rússia iniciou uma operação militar especial na Ucrânia após um pedido de assistência feito pelas recém-reconhecidas repúblicas populares de Lugansk e Donetsk. A operação tem, entre os seus objetivos, a defesa da população de Donbass e a desmilitarização e desnazificação da Ucrânia.

Revista Destemidos.

G.G.M.Â