Ben Wallace, secretário de Defesa do Reino Unido, aparentemente foi vítima de trolladores russos que se passaram pelo primeiro-ministro ucraniano Denis Shmygal em uma videochamada que teria acontecido no dia 17 de março.

Na segunda-feira (21), os trolladores russos publicaram uma parte da conversa, que durou 22 minutos e que mostra Wallace falando com um dos trolladores sobre “continuar o programa nuclear” ucraniano para se proteger da Rússia.

“É uma questão difícil, mas pensamos em dar início [ao plano de continuar o programa nuclear]”, diz um dos trolladores para Wallace.

No desenrolar da conversa, o secretário britânico sugere que Londres poderia estar pronta para ajudar a Ucrânia a desenvolver armas nuclearesescreve RT.

Afirmando estar na Polônia no momento da ligação, o secretário britânico comentou que o desejo ucraniano de desenvolver seu programa nuclear ocasionaria o ódio da Rússia: “Eu acho que mais do que ficar neutra, a Rússia odiaria muito isso.”

https://odysee.com/$/embed/V%C3%ADdeomostrachefedaDefesadoReinoUnidocaindoemtrotedebombanucleardaUcr%C3%A2nia/eedd534a9f675ce24e063484cc2da5e93451646d?r=GgD87ss766Y3MqEdppjXNLYJzpVaPbmM

Mesmo sugerindo que a Rússia odiaria a ideia, o secretário Wallace prometeu ao trollador, que se passava pelo primeiro-ministro ucraniano, que conversaria com o premiê britânico Boris Johnson sobre a questão.

Em outro trecho da conversa, Wallace confirma o interesse do Reino Unido na questão da adesão da Ucrânia à OTAN e que, para que a filiação aconteça, especialistas militares britânicos são enviados à Ucrânia ao longo dos últimos cinco anos para “chegar à etapa correta”.

Revista Destemidos.

G.G.M.Â