O secretário do Conselho de Segurança da Rússia (CS), Nikolai Patrushev, conversou por telefone com o conselheiro de Segurança Nacional do presidente norte-americano, Jake Sullivan, dedicando especial atenção à situação em torno da Ucrânia, informou a assessoria de imprensa do CS.

“A conversa foi uma iniciativa da parte norte-americana. Uma atenção especial foi dedicada à situação em torno da Ucrânia“, disse Patrushev.

“Washington tomou conhecimento da posição russa sobre a inadmissibilidade das tentativas de retardar o processo de negociação, que Kiev realiza em conformidade com as instruções que recebe do exterior”, diz o comunicado.

A nota também afirma que o secretário do CS “exortou o lado dos EUA a exercer influência sobre Kiev, a fim de alcançar o mais rápido possível um avanço na eliminação da crise por meio dos canais diplomáticos“.

Patrushev tratou separadamente da questão da atividade no território ucraniano de laboratórios biológico-militares controlados pelos EUA e o cumprimento por Washington da Convenção sobre a Proibição do Desenvolvimento, Fabricação e Armazenamento de Armas e Toxinas Bacteriológicas (Biológicas) e sua Destruição, e também da Convenção sobre a Proibição de Armas Químicas.

O conselheiro norte-americano também foi informado da inadmissibilidade de planejar e incitar provocações com o uso de armas de destruição em massa na Ucrânia, incluindo biológicas e químicas.

Revista Destemidos.

G.G.M.Â