A Federação Internacional de Xadrez decidiu suspender o russo Sergei Karjakin por seis meses. Em causa estão declarações a favor da guerra na Ucrânia.

A Federação Internacional de Xadrez (FIDE) decidiu suspender o russo Sergei Karjakin por seis meses. Em causa estão declarações a favor da guerra na Ucrânia.

Karjakin, de 32 anos, que desafiou Magnus Carlsen pelo título mundial em 2016, defendeu as ações da Rússia através das redes sociais, originando inúmeras críticas poer parte do mundo do xadrez.

«Sergei Karjakin é considerado culpado de violação do artigo 2.2.10 do Código de Ética da FIDE e é sancionado com uma proibição mundial de seis meses de participar como jogador em qualquer competição de xadrez classificada pela FIDE, com efeito a partir da data desta decisão: 21 de março de 2022», lê-se no comunicado emitido pela referida federação. 


Eis o artigo 2.2.10 do Código de Ética: «(…) A ação disciplinar de acordo com este Código de Ética será tomada nos casos de ocorrências que façam com que o jogo de xadrez, a FIDE ou suas federações apareçam injustificadamente e, dessa forma, prejudiquem a sua reputação.»

«As declarações de Sergei Karjakin sobre o conflito militar em curso na Ucrânia levaram a um número considerável de reações nas redes sociais e em outros lugares, em grande medida negativas em relação às opiniões expressas por Karjakin», justifica a FIDE. 

Revista Destemidos