Ajudar o Petro de Luanda a conquistar a Basketball African League (BAL), bem como a revalidação do Campeonato Nacional, é o objectivo do poste angolano Yanick Moreira que vai representar as cores do emblema tricolor na presente época.

O poste de 2,11 metros e 30 anos fez as declarações, ontem, durante a conferência de imprensa, na sede do Eixo Viário, onde foi apresentado como reforço, a par do extremo-base cabo-verdiano Anderson Correia, depois das negociações que tiveram início em Dezembro último.

Yanick e Anderson que assinaram contratos válidos até ao final da época, com possibilidade de renovação, são provenientes do campeonato grego e português, respectivamente. O internacional angolano esteve ligado ao Peristeri Vitabiocts da Grécia e rescindiu o contrato por mútuo acordo.

“Vim para acrescentar naquilo que o Petro tem desenvolvido nos últimos anos interna e externamente e ser campeão. Va-mos todos juntos trabalhar”, disse o atleta.

Na ocasião, Anderson Correia, de 24 anos, 1,95 metros, mostrou-se honrado por se juntar ao campeão nacional e prometeu dar o melhor para ajudar a conquistar os dois troféus, sendo que o primeiro compromisso começa com a disputa da fase preliminar da BAL, agendada para o próximo mês, na cidade do Cairo, Egipto. 

Presente no acto, o vice-presidente para o basquetebol do Petro de Luanda, Anselmo Monteiro, reafirmou os objectivos a que a direcção liderada por Tomás Faria se propôs a alcançar na prova continental

Falou da necessidade de se corrigir eventuais erros da edição 2021, cuja fase final decorreu no Rwanda, onde o embaixador angolano alcançou o terceiro lugar na prova com novo formato.