O kwanza foi a moeda que mais valorizou desde o princípio do ano face ao dólar, ganhando 20 por cento, impulsionada pela subida dos preços do petróleo, aumento da estabilidade macroeconómica, política monetária e subida do “rating”.

De acordo com a agência de informação financeira Bloomberg, citada pela Lusa, a moeda nacional recuperou 20% face ao dólar desde o início do ano, numa lista em que o rublo russo está na última posição, perdendo 37 % face ao valor actual do dólar.

O preço do petróleo, apesar do abrandamento dos últimos dias na subida dos preços, quase duplicou de valor no ano passado, chegando a 139 dólares já este mês, o que representa uma valorização de 28% desde o início do ano, ainda que um barril de petróleo já esteja actualmente a ser transaccionado a cerca de 100 dólares.

As exportações angolanas representam mais de 90% das receitas de exportações, cuja a economia deverá crescer 2,9% este ano.