Empresa prevê que em 2025 já seja possível embarcar no novo avião espacial, capaz de atingir 4 mil quilómetros por hora.

Já pensou se pudesse dar a volta ao mundo em apenas três horas? A China garante que em 2025 já poderá embarcar num novo avião hipersónico, capaz de atingir 4 mil quilómetros por hora.

O avião espacial Tianxing I promete dar a volta ao mundo em apenas três horas numa viagem duas vezes mais rápida do que a do famoso avião Concorde, avançou o jornal El Economista.

A empresa chinesa responsável pelo projeto diz que aquilo que está a desenvolver é um “foguete com asas”, com uma velocidade que permitiria fazer uma viagem de Londres a Nova Iorque em apenas uma hora.

O avião da Space Transportation descola verticalmente conectado com um foguete e dispara a alta velocidade uma vez separado da peça de descolagem.

A aposta da China coloca-a no meio da guerra espacial entre Elon Musk e Jeff Bezos na indústria do turismo espacial. 

A Space Transportation também está a trabalhar numa versão orbital do avião espacial, que poderá ser lançado em 2030 e transportar passageiros ao espaço, de forma a que possam dar a volta à órbita da Terra e regressar.

Fonte: CM TV

Revista Destemidos