Desta forma, para que se mantenha este ecossistema funcional, os Data Centers devem cumprir com algumas especificidades, nas quais se destacam as questões de electricidade, refrigeração e segurança.

Com o avanço da tecnologia, computadores agora são transportados no bolso. Todo um mundo de informação que antes era armazenado em grandes memórias, hoje levamos num um pequeno dispositivo.  É-nos impossível imaginar o nosso dia-a-dia, em termos de serviços, sem a existência dos mesmos.  A modernização, trouxe-nos a um patamar de evolução tecnologia altamente escalável e anteriormente inimaginável. Nos dias de hoje, é impossível imaginar certos processos e áreas sem sistemas aplicacionais e meios de conexão integrados, aliás, há serviços que só existem devido aos avanços tecnológicos que a digitalização e informática trouxeram ao mundo.


A contabilidade, a educação, o trabalho remoto, muito actual devido à questão da pandemia, a forma como guardamos a informação, os seus formatos, são exemplos do quanto as actividades se transformaram bem como a dependência tecnológica que se criou. A quase totalidade destas transformações existem e são possíveis através da criação dos Data Centers.


Data Center (ou Centro de Processamento de Dados) é nada mais que uma instalação física que armazena equipamentos de rede, servidores e todo um conjunto de recursos de Tecnologias de Informação (TI) que dão suporte à operação de uma organização. Em linguagem corrente, o Data Center é um edifício, construído para acomodar milhares de servidores, interligados em redes que se comunicam com o mundo. Possuem tecnologias e infraestructuras com o objectivo de receber e armazenar volumes imensos de dados, oferecendo a garantia de funcionamento por 24 horas, 7 dias por semana, 365 dias por ano.
Para o bom funcionamento de um Data Center, são necessárias condições específicas que, garantam que os serviços sejam seguros, fiáveis e disponíveis 24/24 horas, de modo que os agentes económicos e, neste caso, sobretudo, as empresas, não sofram as consequências resultantes da paralisação dos seus serviços, que podem causar danos e prejuízos financeiros avultados.


Desta forma, para que se mantenha este ecossistema funcional, os Data Centers devem cumprir com algumas especificidades, nas quais se destacam as questões de electricidade, refrigeração e segurança. Por alojarem equipamentos electrónicos a estabilidade energética cumpre um papel fundamental, e por esse motivo é recomendada a adopção de várias fontes alternativas que assegurem a estabilidade do serviço, garantindo deste modo que os utilizadores finais, que podem ser usuários de um aplicativo ou clientes de um banco, desfrutem na normalidade dos serviços oferecidos.


Mas qual a importância e utilidade destas estruturas dispendiosas na sociedade de hoje?
No sector das TI, os Data Center são essenciais para o bom funcionamento das instituições, pois mantêm as actividades corporativas em funcionamento e asseguram a disponibilidade de todas as informações, redes, sistemas e dos todos componentes para o funcionamento das operações. Não é exagero dizer que a internet e a comunicação que usamos diariamente, existe nas proporções que temos devido aos Data Centers: Google, Amazon, Microsoft, por exemplo, são gigantes que têm e usam serviços de Data Center. Os pagamentos online, os serviços bancários, a Internet das Coisas (IoT), as câmaras de vigilância, redes sociais, tudo depende dos Data Centers.


O maior e melhor papel dos Data Centers, tem sido melhorar a eficiência e a escalabilidade, ao adoptar tecnologias como a IoT, armazenamento em nuvem (Cloud) e aplicativos de virtualização.
O mundo de hoje precisa de Data Centers para viver e funcionar com fiabilidade. As empresas necessitam de Data Centes para poderem trabalhar minimizando o risco de perda de receita e impacto negativo na satisfação do cliente.


Para ter acesso a todos os serviços na nuvem, às fotos armazenadas, aos filmes preferidos, para garantir acesso a tudo isto necessitamos de Data Ceters seguros, confiáveis, que respeitem normas internacionais. Todas as informações críticas necessitam ser replicadas em diversos Data Centers, para que em caso de desastre natural, o acesso ás mesmas seja garantido de forma transparente para os utilizadores, ou seja, as empresas tem necessidade de utilizar Data Centers de DR (Disaster Recovery) para garantir a continuidade de acesso aos seus dados.


Em Angola, temos serviços de Data Center oferecidos pela Multipla, Etic, MS Telcom e ITA, sendo este o mais recente de todos e considerado o maior, mais moderno, fiável e seguro Data Center de Angola, o qual oferece as melhores soluções de “collocation”, Cloud, conectividade, armazenamento, com operação 100% em território nacional, num ambiente, seguro, estável e flexível, garantindo a soberania das informações críticas. Acresce, que fazendo parte de um grupo africano que detém outros Data Centers no continente, as empresas podem inclusive planear a segurança dos seus dados, através de um único provedor em diferentes geolocalizações no continente.

Paula Rodrigues, gestora de vendas de Data Center

Fonte: Jornal de Angola

Revista Destemidos
Juntos somos mais fortes